Os cuidados para evitar a gripe

 

Com isso, não tem saída, com o frio e o ar seco, muitas pessoas acabam ficando em lugares fechados, com diminuição da circulação do ar, colabora para a transmissão do vírus.

Mas se não dá para evita-lo, há medidas importantes que podemos tomar para diminuir as chances de contágio e também para deixar nosso organismo mais forte para nos defender caso o vírus ataque. Essas medidas podem não evitar a gripe, mas fazem que elas tenham uma intensidade mais fraca e que a recuperação seja mais rápida.

Entre as dicas para “evitar a gripe” está a tomar a vacina que garante a imunização contra uma quantidade considerável de vírus e também uma outra série de ações que diminuem o contágio como lavar as mãos, evitar ambientes onde não há circulação de ar, etc.

Veja alguns cuidados que ajudam evitar a gripe:

• Proteja o nariz e a boca. Cubra-os enquanto espirra ou tosse e use lenços descartáveis.
• Evite tocar a boca e o nariz.
• Lave as mãos com água e sabão e use álcool gel 70% regularmente, especialmente depois de tocar o nariz e a boca ou superfícies que possam estar contaminadas.
• Melhore a circulação de ar abrindo as janelas.
• Evite ficar por muito tempo em locais com grande aglomeração de pessoas.
• Mantenha hábitos saudáveis: coma bem, durma bem e faça exercícios.

A doença

A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que é transmitida através do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar e também por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com a boca, olhos e nariz.

A gripe provoca febre, dores no corpo e mal-estar. Quem perceber esses sintomas deve procurar um posto de saúde.