Fortalecimento Muscular no tratamento da artrose

Além do tratamento médico, a doença pode ser prevenida e tratada também com fortalecimento muscular, pois músculos mais fortes, protegem nossas articulações.

Para entendermos melhor a artrose, quando a cartilagem se desgasta, os ossos começam a ter contato direto. Os resultados desse atrito são dores, inchaço e limitação funcional, que podem se manifestar em qualquer articulação no corpo, sendo mais comum nos joelhos, quadris, mãos e colunas. Uma vez instalada, a doença não tem cura, se torna crônica.

Há componentes genéticos na causa do problema, por isso, quem tem histórico deve ficar atento. A artrose pode se manifestar precocemente e é classificada como um processo degenerativo.
O problema também danifica outros componentes articulares como os ligamentos, a membrana sinovial e o líquido sinovial.

Mas por que a musculação pode beneficiar quem sofre de artrose?

Com o fortalecimento da musculatura, as articulações acabam sendo menos exigidas. Os músculos mais fortes vão dar mais estabilidade para a articulação.

No entanto, a atividade física deve ser realizada após avaliação e recomendação do ortopedista. A musculação deverá ser realizada acompanhada, preferencialmente, por um fisioterapeuta que vai adaptar os exercícios às suas necessidades.

Para quem já tem a artrose em estado inicial, a musculação junto com o tratamento prescrito com o médico que envolve medicamentos, vai ajudar a retardar a evolução da doença e quem tem predisposição genética tem mais chances de evitar que a artrose se desenvolva.

E não se esqueça: é muito importante, sempre consultar o ortopedista a qualquer problema sentido nas articulações!