O que é infecção urinária

 

Existem quatro tipos de infecção urinária, que variam de acordo com o local onde a infecção está instalada. São elas: cistite (infecção na bexiga, uretrite (infecção na uretra), pielonefrite (infecção nos rins) e infecção nos ureteres.

Entre as principais causas para a infecção urinárias estão a relação sexual e a presença das bactérias do trato gastrointestinal que migram por via ascendente da região perineal até a bexiga.

A doença, que possui incidência de 80% a 90% em mulheres, é mais prevalente na idade reprodutiva e nas mulheres que estão na menopausa, devido à queda do estrogênio e de micro-organismos que protegem a região íntima, deixando mais vulnerável o trato urinário.

As infecções urinárias são mais comuns em pessoas cuja uretra é menor, como no caso do sistema reprodutor feminino, ou seja, o caminho que a bactéria precisa percorrer para chegar até a bexiga é menor.

Apresentar algum tipo de bloqueio no trato urinário, como pedra nos rins e aumento da próstata, também são fatores que deixam as pessoas mais propensas a desenvolverem infecções urinárias. Ter o sistema imunológico suprimido impede que as defesas do corpo atuem propriamente, facilitando a entrada de bactérias que causam infecções. Por fim, o uso de cateter para urinar também aumenta os riscos de infecção.

Os sintomas variam também de acordo com o tipo de infeção, sendo os mais comuns: ardência forte ao urinar; forte necessidade de urinar, mesmo tendo acabado de voltar do banheiro; urina escura; urina acompanhada de sangue; urina com cheiro muito forte; dor pélvica, dor no reto e incontinência urinária.

O tratamento de infecções urinárias é feito à base de antibióticos e, se o médico avaliar necessário, também receitará analgésico para aliviar a dor e a ardência ao urinar.