Amidalite: o que causa a inflamação das nossas amídalas

 

A dor de garganta trazida pela amidalite pode ter como causa uma infecção originada por vírus (mais frequente em crianças), bactérias (mais comum em jovens e adultos). Quando causada por bactérias, a amidalite é caracterizada também pelo surgimento de pontos de pus na região das amídalas.

Entre os sintomas da doença, estão dor de garganta, principalmente ao deglutir, febre, dificuldade para engolir alimentos e, em alguns casos, inchaços nos gânglios do pescoço e da mandíbula.

O diagnóstico é feito em consulta com o médico e por exame para identificar a origem da infecção, ou seja, se ela é causada por bactéria ou vírus.

Essa diferenciação vai determinar o tipo de tratamento. Isso porque quando causada por vírus, a amidalite é tratada com anti-inflamatórios e analgésicos. Neste caso, geralmente, ela atinge a região da orofaringe (amídalas e faringe).

A amidalite bacteriana precisa ser tratada com antibióticos para combater a bactéria causadora da doença e anti-inflamatório. As amidalites bacterianas são comumente causadas por estreptococos e os estafilococos que causam inflamação nas amídalas associada ao aparecimento de placas de pus na orofaringe.

Outros casos

A amidalite ainda pode se tornar uma condição crônica, levando o médico a investigar o que causa constantes inflamações ou infecções na garganta do paciente.

Em alguns casos, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para remoção das amídalas, mas isso só é realizado em último caso, ou seja, quando se esgotam as opções de tratamento clínico para combater a doença.

É muito importante procurar o médico ao ter uma dor de garganta, pois só o profissional vai poder identificar sua causa e indicar o tratamento correto. Se automedicar pode mascarar os sintomas e trazer complicações que podem ser evitadas com o tratamento correto.